Vacina da Pfizer deixa de ter 3 meses de intervalo de aplicação, indo para 21 dias

O Ministério da Saúde informou nessa segunda-feira (26), que o intervalo entre a aplicação da vacina da Pfizer irá diminuir de 3 meses para 21 dias, como é estabelecido pela bula. O Brasil, até então, estava usando a justificativa de que o período mais extenso facilitaria com que mais pessoas fossem vacinadas com a primeira dose, no entanto, contrariando a bula.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, informou que está em conversa com o laboratório para que não ocorra a demora na entrega do imunizante, melhorando os cronogramas de chegada e distribuição.

Questionado sobre a vacina da AstraZeneca, o secretário afirmou que o foco está sendo a vacina da Pfizer, em termos de resposta imunológica, no entanto, existe a possibilidade da diminuição de 12 semanas para 4 semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui