A retribuição da sociedade à pessoa idosa!

“E, em 2050, um em cada três brasileiros será idoso, representando aproximadamente 29,7% da população, provocando um novo olhar sobre o envelhecimento e a velhice.”

Por Brigadeiro Bragança

Há poucos dias, o Jornal Estado de Goiás publicou matéria com o título “Goiás adere ao Pacto Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa”[1].

Sensacional, não é mesmo? Afinal, o desenvolvimento de políticas públicas específicas para a pessoa idosa significa respeito e reconhecimento aos cidadãos mais experientes, que tanto já contribuíram com a nossa sociedade.

O texto registrou também a adesão dos municípios goianos, tendo-se como meta da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social promover a adesão de todos os 246 municípios do nosso Estado.

E é por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!

Você, leitor, conhece o Estatuto do Idoso[2] (Lei 10.741, de 1˚ de outubro de 2003)?

Pesquise, acesse:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.741.htm

E conforme observa a assistente social Georgia da Rocha[3] “A elaboração de políticas públicas, em suas muitas frentes, está intimamente relacionada com uma concepção crítica da realidade, entendendo que o Brasil apresenta condições sociais, econômicas e culturais distintas, historicamente determinadas, o que se reflete na realidade populacional. Estimular o envelhecimento saudável e ativo não pode estar descolado do entendimento da pessoa idosa em sua totalidade, dentro de múltiplas variáveis, nem da visão da sociedade em suas diversas faces.”.

E como política pública para idosos, pode-se citar o Cartão de Estacionamento do Idoso, que dá direito a parar o carro em vagas privativas em logradouros públicos e em estacionamentos privados de uso coletivo com a sinalização “idoso”.

E, evoluindo-se no tema, como forma de retribuir ao idoso tudo o que já fizeram por nós, promovendo ainda mais o sentimento de pertencimento e inclusão, algumas cidades brasileiras adotaram a isenção para idosos nas vagas rotativas pagas das vias públicas do tipo “zona azul”[4].

Espetacular! E é por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!

E ainda há muito a fazer… calçadas mais transitáveis, acessos facilitados, novas prioridades …


Leia também: A inexistência de serviços públicos prejudica o cidadão!


Bem, e conforme dados estatísticos, pode-se destacar que em 2030, o grupo de pessoas idosas será maior que o de crianças com até 14 anos. E, em 2050, um em cada três brasileiros será idoso, representando aproximadamente 29,7% da população, provocando um novo olhar sobre o envelhecimento e a velhice[5].

E com destaque para Goiás, em 2020, os municípios de Inhumas e Morrinhos tiveram reconhecimento do Ministério da Cidadania em adotar boas práticas em ações voltadas para a melhoria da qualidade de vida da População Idosa[6].

Parabéns a Goiás por aderir ao Pacto Nacional!

Mas… e o seu município já aderiu ao Pacto?

Então, fica o desafio!

Pois, afinal, se Deus permitir, você, durante um bom tempo, fará parte do grupo da pessoa idosa!

E é por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!


[1] https://www.jornalestadodegoias.com.br/2021/07/15/goias-adere-ao-pacto-nacional-dos-direitos-da-pessoa-idosa/

[2] http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.741.htm

[3] https://www.portaldoenvelhecimento.com.br/algumas-politicas-publicas-para-a-pessoa-idosa/

[4] http://www.rio.rj.gov.br/web/smtr/exibeconteudo?id=4109997

[5] https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/pessoa-idosa/pacto-nacional

[6] https://www.gov.br/cidadania/pt-br/acoes-e-programas/outros/brasil-amigo-da-pessoa-idosa/resultado-do-mapeamento-de-boas-praticas-em-acoes-voltadas-para-a-melhoria-da-qualidade-de-vida-da-populacao-idosa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui