Vacina contra a gripe diminui os riscos contra a covid-19. Entenda o reforço que ela traz

A Universidade de Miami desenvolveu um estudo que demostra que a vacina contra a gripe (Influenza) é fundamental nestes tempos que estamos vivendo. O Estudo aponta que a proteção contra o vírus Influenza reduz o risco de derrame, sepse (infecção generalizada), internação em UTI (unidade de terapia intensiva) e trombose venosa profundo em pacientes infectados com a covid-19.

Mesmo com essa eficiência da vacina, a cobertura vacinal do Brasil está muito baixa, apenas 46,3% do público-alvo foi vacinado. Mas agora, o ministério liberou para que todas as pessoas possam recebam o imunizante.

O estudo foi realizado com dois grupos de 37.377 pessoas de diversos lugares, como Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Itália, Israel e Cingapura. O que os cientistas realizaram foi a aplicação da vacina contra a gripe em um grupo de pessoas, de duas semanas a seis meses antes de ser diagnosticado com a covid-19.  E foram acompanhados entre esses pacientes fatores que podiam afetar riscos contra a covid.

O resultado foi que as pessoas que não vacinaram contra a gripe tiveram 20% de mais chances de ficarem em estado grave, chegando até mesmo ir para a UTI. Além de também estes terem mais 58% de probabilidade de necessitarem de pronto-atendimento, 58% mais chances de sofrerem AVC (Acidente Vascular Cerebral), 45% de chances de desenvolverem sepse e 40% mais chances de apresentarem trombose venosa.

O objetivo do estudo não foi o de excluir a aplicação da vacina contra a covid, mais pelo contrário, ele concluiu que uma vacina não substitui a outra, mais que trabalha como ajuda e reforço. Assim as duas imunizações são importantes.

Em Jaraguá-Go a vacina contra a gripe (Influenza) está liberada para todas as pessoas que desejarem. Aqueles que desejarem receber a vacina devem procurar as UBS da Vila Isaura, Ana Edith, São José, Sindicato e Coreto, portando o cartão de vacina e um documento pessoal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui