A promoção de uma ética ambiental, sem psicose ambientalista

Por Alaor Bruno

“Levar a ética ao campo ambiental é uma necessidade que surge a partir do momento em que o ser humano cai em si, e percebe que o meio ambiente precisa ser conservado e preservado.”

Para que se executem bons atos estes devem ser regidos por uma série de seguimentos de bons modos sempre visando como fim último o bem. A este modo ou regimento de proceder chamamos de ética. Em boas palavras éticas é:

A Ética é parte da filosofia que se ocupa dos atos morais. É preciso, por isso, estabelecer, antes de mais nada, quais são êsses [sic] atos. Atos morais são atos humanos considerados “moralmente” isto é, tomados sob êste [sic] ponto de vista particular: se correspondem ou não às leis da moralidade. Com efeito, êsses [sic] atos poderiam ser considerados mesmo só sob o ponto de vista físico, mecânico, biológico, psicológico etc., mas tudo isso seria absolutamente estranho ao ofício da ética (…).

Dever da Ética é ensinar a virtude, isto é a bondade moral. Ela é portanto, a guia de nossos atos para alcançar o fim; essa guia, todavia, não conduz sob a luz da revelação (então seria parte da teologia), mas sob a luz da razão puramente natural. (CAROSI, 1963, p. 479).

Sem uma ética a sociedade humana seria um caos, cada um com modo de enxergar a realidade e de agir mediante a mesma, como vimos esta ética pode ser aplicada em diferentes âmbitos no que diz respeito às atitudes humanas, é importante lembrar que a ética se baseia na lei moral natural a qual é inata em cada ser humano, assim fica explicito para aquele que se dispõem às práticas das virtudes.

O âmbito a que queremos aplicar a ética é na área biológica de modo mais especifico no campo ecológico ou ética ambiental:

A ética ambiental consiste em teoria e prática sobre preocupação com valores e deveres em relação ao mundo natural. Segundo explicações clássicas, a ética diz respeito a pessoas relacionando-se com pessoas em justiça e amor. A ética ambiental parte de preocupações humanas com uma qualidade ambiental, e alguns pensam que isto molda a ética como um todo. (BUNNIN; TSUI-JAMES,2007, p. 557).

Levar a ética ao campo ambiental é uma necessidade que surge a partir do momento em que o ser humano cai em si, e percebe que o meio ambiente precisa ser conservado e preservado.

A invenção da máquina a vapor foi o marco desencadeador das mudanças de desequilíbrio ambiental na face da Terra. Na virada do século XIX para o século XX, o homem já se preocupava, de maneira muito tímida, com a destruição dos espaços naturais, devido à industrialização e urbanização crescentes. (MENDONÇA; ANDRADE; FLORENZANO; BAZZANO; SILVA; TEIXEIRA; FILHO; NOVO; SOUZA,2006, p. 36).

De fato, aí começam as emissões de gases poluentes na atmosfera em grande escala, a partir deste acontecimento que é a revolução industrial, o homem na busca desenfreada pela riqueza e poder começa a explorar os próprios homens e o meio ambiente ao qual lhe confere matérias primas para tais produções.


Leia também: Uma noção de como se dá o ato do conhecimento humano


É claro que todo este desenvolvimento conferiu ao homem, uma nova era de vida, ou seja, uma nova maneira de viver cada vez mais e de maneira mais cômoda, este avanço que começa com as máquinas a vapor vai acarretar uma série de evolução técnica e industrial, produção em massa de artefatos necessários para a sobrevivência humana até coisas supérfluas, surge também os carros que, hoje podemos considerar como um dos maiores emissores de gases tóxicos, devido ao seu processo de combustão. As indústrias também são grandes responsáveis de emitir gases na atmosfera. Portanto desde a revolução industrial já podemos perceber um crescente nível de degradação do planeta. Sem contar com o desmatamento da vegetação para expansão de pecuária, plantios, crescimento das cidades de maneira desarmônica com a natureza, construções de estradas entre tantas outras degradações do planeta.

Faz-se necessário uma ética no campo ambiental, para garantir a existência deste mundo às futuras gerações, todo este movimento industrial que de forma simples e resumida apresentei acima, recorda-nos um pouco sobre, o uso desregrado deste planeta e que este uso tem suas consequências.

O mundo encontra-se diante de um sistema cada vez mais limitado em termos ambientais para responder aos desejos da sociedade, portanto o planeta está exposto às mais diversas crises humanas (políticas, sociais, econômicas). Essas crises são sintomas de uma problemática ainda mais profunda, cujas raízes se encontram na perda de valores humanos e na carência ética. (MENDONÇA; ANDRADE; FLORENZANO; BAZZANO; SILVA; TEIXEIRA; FILHO; NOVO; SOUZA,2006, p. 38).

A Ética Ambiental tem como propósito de estabelecer limites aos atos humanos, no que diz respeito ao mau uso de seus recursos, um regimento concedendo ao homem, um agir correto e de modo consciente de que ele é o principal agente da destruição do planeta. Por isso deve corrigir suas condutas e orientá-las a um bem maior.

Preocupar-se com a natureza é preocupar-se com um todo, sendo este todo um imenso empório de riqueza e esta se traduz em biodiversidade. E preocupando mais com está biodiversidade estamos preocupando-nos com nós mesmos.

Os humanos são ajudados ou prejudicados pela condição de seu ambiente, e só os que não acreditam em ética em geral podem duvidar de que existe alguma ética concernente ao meio ambiente. A ética se preocupará com o que importa para os humanos aqui – benefícios, custos e sua justa distribuição, ricos, níveis de poluição, direitos e erros judiciais, sustentabilidade e qualidade, os interesses das futuras gerações. (BUNNIN; TSUI-JAMES, 2007, p. 559).

Temos um tesouro e este deve ser guardado e protegido sob as máximas da ética, se isso não acontecer entregaremos o nosso futuro, e de um modo geral o futuro do mundo a um triste fim. Para que isto não nos aconteça, vamos buscar um agir ético, falo isto em nome te todos os seres e de modo particular e único em nome do ser humano que com certeza é um dos maiores prejudicados, pois só pelo fato de ser racional tem a capacidade também para sentir dor e sofrer conscientemente os determinados danos. O agir ético deve ser nosso aliado para combater a destruição causada pela falta do mesmo.

A ética ambiental deve dirigir os atos humanos ao bom uso dos recursos naturais procurando sempre estar e viver em harmonia neste planeta maravilhoso, que não é só propriedade do homem, mas de todos os seres que aqui vivem e sobrevivem. O homem deve refletir a respeito de como continuar com as evoluções cientificas, industriais e tecnológicas sem causar grandes danos na estrutura e na ordem natural da Terra, sem interromper por tanto o ciclo natural da vida, sem roubar o patrimônio do futuro, ou seja, das futuras gerações. A ética ambiental deve ser pensada e não só, mas posta em pratica, para podermos salvar o futuro da vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui