O Poder que liberta

“O homem é um ser com um imenso potencial para o conhecimento, e para o descobrimento do novo, nesta condição afirmo que a linguagem é um grande meio para isto.”

Por Alaor Bruno

O homem é um ser com um imenso potencial para o conhecimento, e para o descobrimento do novo, nesta condição afirmo que a linguagem é um grande meio para isto. Ainda provo pelo fato de que para compor este material de filosofia da linguagem que expresso agora foi preciso ler e ouvir sobre este assunto, e novamente para transmitir os resultados, codifica estes conhecimentos através deste texto e de apresentações verbais. Faço estudo por que sei que posso ir além no conhecer, pois os conhecimentos são infinitos. “Cada pessoa está convicta de poder adquirir e ter conhecimentos. ” [1]

Só o fato de viver o ser humano adquire novos conceitos, só pelo fato de estar em contato com a realidade, mais é um conhecimento limitado, pois através do estudo adquirimos mais e mais conhecimento por que as informações transmitidas a nós, por exemplo, pelo livro, nos levam a realidades ainda mais distantes da qual nós estamos em contato, conferindo assim ao homem uma ampla visão do universo seja na dimensão material ou imaterial.  “A linguagem costuma ser situada entre o homem e as coisas como medidora. Apresenta-se como o universo dos signos que possibilitam a comunicação entre homens, referindo-se à antes o mundo real ou o mundo da ideias” [2]

A linguagem exerce na vida humana com um imenso poder libertador, podemos nos perguntar, como ela tem esse poder? Ela tem esse poder pelo fato de que o homem através da busca pelo conhecimento ele é liberto do estado de ignorância, de uma vida sofrida pelo fato de não dominar certas técnicas que facilitam a vida humana, liberta de limitações no sentido material ao qual o cerca, ou seja, a realidade que o circunda, pois através do conhecimento pode saber coisas da China, estando e nunca saindo do Brasil, mais para que esta libertação ocorra é preciso disposições da vontade para obter uma maior ciência.


Leia também: Um ser Racional


Em outro sentido a linguagem é libertadora no desenvolvimento e formação da personalidade e da conduta humana, pois uma mãe corrige seu filho através da comunicação, e por meio do mesmo ela forma a criança, mostrando para ela o certo e o errado ou ao menos deveria ser assim. Quanto mais experiência de vida tem uma pessoa mais ela pode repassar a outros, deste modo a linguagem influência bastante no desenvolvimento da pessoa, nesta dimensão de formação humana. “O conceito de comunicação cobre todas as situações nas quais um indivíduo influi na conduta da outro, podendo se revelar essa influência mais ou menos profunda”[3]

Mas devemos ser cautelosos, pois esta influência que se exerce sobre outro pode ser ofensiva na qual se forma a pessoa de modo errado em desacordo com a realidade. Poder da palavra já tentou e pode mudar o curso da humanidade justamente por ser um poder capaz de manipular e persuadir as pessoas ao bem e ao mal.

BIBLIOGRAFIA

Zilles, Urbano, Teoria do Conhecimento e Teoria da Ciência, Ed. Paulus, São Paulo 2005.

Sckaff, Adam, Introdução à Semântica, Ed. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro 1970.


[1] U. Zilles, 33

[2] IBID. 41

[3] A. Schaff, Introdução à semântica, Ed. Civilização brasileira, Rio de Janeiro, 161.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui