Carros e vinhos duas paixões: “Meu Ford Bigode”

FORD MODELO T 1926- NORTON SYLVIO DOS SANTOS

“Este carro é pura nostalgia. Quando fazemos um passeio com ele, instintivamente, nos remetemos ao passado… e o tempo passa mais lentamente, a paisagem se modifica e o som único da contagem dos cilindros do motor se transforma em uma melodia inconfundível para os aficionados por este carro.”

Por Gerson Scharnik

Muitos de nós já devemos ter ouvido esta expressão, então vamos à história para verificar quando ela surgiu; pois, seu personagem principal é… Henry Ford!

Nascido em 1863, no Estado norte-americano de Michigan; já aos 12 anos, em uma visita que fez com seu pai para apreciarem uma composição de trem, Henry Ford vislumbrou uma maquina com 20% das dimensões da locomotiva. De 1883 a 1887, ele dedicou-se aos estudos na Detroit Edison Lighting Company e neste período, enquanto estudiosos discutiam a ideia de usar um motor a vapor ou elétrico, Ford dedicou-se a estudar motores à combustão interna,  usando como combustível Etanol e Gasolina.

Em 1896, Ford construiu um quadriciclo de motor traseiro, de 4 cilindros, com radiador de água e com rodas de bicicletas. Após conhecer este veículo motorizado, a Detroit Automotive Company o contratou. E, mais tarde, em 1903, ele fundou a Ford Motor Company.

Em 1908,  Ford apresentou o famoso Modelo T – “The Universal Automobile”, cuja produção estendeu-se de 1908 a 1927, quando foi produzido o último Ford Modelo T, sob nº. 15.007.003. O modelo T foi o primeiro automóvel com volante à esquerda, equipado com um câmbio de engrenagens e duas marchas para a frente e uma à ré. Outra novidade era o acelerador; ainda não era com pedal, porém uma alavanca ao volante, que fazia par com outra, para ajustar a regulagem do motor. Essas duas alavancas, na horizontal, formavam a figura de um bigode, o que levou o Modelo T, no Brasil, a ser chamado de  “Ford de Bigode”. O motor era um 2.9 L de 17 cv de potência e velocidade máxima de 55 km/h. Henry Ford também foi o criador do “Fordismo” conhecido hoje como o Sistema de Linha de Produção para montagem de automóveis.[1]

ALAVANCAS DO ACELERADOR E REGULAGEM DO MOTOR, PRESAS A COLUNA DO VOLANTE , QUE DERAM AO FORD NO BRASIL O APELIDO DE FORD BIGODE.

Contextualização histórica feita, chegamos então, a partir de dezembro de 1927, ao início da produção do Ford Modelo A; produzido até março de 1932 com 4.858.644 unidades comercializadas.[2]

Diferente do Modelo T, cujo lema de produção “Quanto ao meu automóvel, as pessoas podem tê-lo em qualquer cor, desde que seja preta!”, o Modelo A surgiu com quatro cores-padrão e nove estilos de carroceria disponíveis. Com motor de quatro cilindros e 40 Hp, proporcionando novos níveis de desempenho e imensa durabilidade, o Modelo A é considerado o veículo de melhor relação custo-benefício da historia do automóvel e um dos modelos de maior índice de sobrevivência. O popular “Fordinho” no Brasil em 1929 era o carro mais vendido.


Leia também: Carros e vinhos duas paixões: Se o meu Fusca falasse…


Minha história com este veículo inicia-se em 1991, por intermédio de um tio que o avistou guardado em um estacionamento. É um Modelo A Phaeton, ano 1929 que dei de presente para minha esposa… e até hoje está na família! Os amigos dizem que nosso casamento é sólido porque não queremos dividir o Fordinho. Brincadeiras à parte, este carro é pura nostalgia. Quando fazemos um passeio com ele, instintivamente, nos remetemos ao passado… e o tempo passa mais lentamente, a paisagem se modifica e o som único da contagem dos cilindros do motor se transforma em uma melodia inconfundível para os aficionados por este carro.

Assim também pensa o nosso amigo Norton Sylvio dos Santos, membro da APCAR[3],  proprietário privilegiado por possuir dois desses veículos; um Modelo T, ano 1926, adquirido em 2018, em um leilão em Brasília, e um Modelo A Phaeton, 1929.

FORD MODELO A PHAETON 1929- NORTON SYLVIO DOS SANTOS E FAMÍLIA

“comprei este  Modelo A Phaeton 1929 em dezembro de 2017, em Santa Bárbara do Oeste, no Paraná. Sempre tive o sonho de possuir um Fordinho, fiz vários melhoramentos e, agora, já está com Certificado de Colecionador. Sou fã de carros antigos”,  nos revelou Norton.

Bem, meus amigos, hoje falamos sobre as duas primeiras gerações desses modelos Ford pioneiros, para o próximo artigo convido vocês a conhecerem a geração Modelo B, com motores V8, dignos de histórias que inspiram filmes estilo “Boniee e Clyde” e seu Ford 1934. Não percam também, na próxima semana, o artigo do nosso parceiro e sommelier Nori,  que vai nos proporcionar qual vinho degustar a bordo desses Modelos. Claro,  sem manchar o “Bigode do Ford”.

Curiosidades[4]:

  • O primeiro motor criado por Henry Ford, foi testado na pia de sua casa em Detroit e funcionou.
  • Os primeiros 200 “Modelos A” fabricados tinham os parachoques dianteiros e traseiros com as extremidades abertas.
  • Entre os modelos 1928 e 1929 existe uma diferença pouco notada no estampo do capo: as aletas de ventilação no modelo 1928 não estão paralelas à linha superior do capo e as do 1929 estão perfeitamente alinhadas.
  • Existem diversas pequenas diferenças entre os “Modelos A” de 1928 e 1929, algumas delas são: os modelos 1928 não tinham maçanetas externas nas portas; o quadro do para-brisa era na cor da carroceria; a cinta (pintada acima das portas) era mais clara que cor da carroceria; os filetes das cintas eram fechados nas extremidades; o quebra-ventos era opcional. Nos modelos 1929 tinham as maçanetas externas; o quadro da para-brisa era da cor preta; a cinta era mais escura que a cor da carroceria; os filetes das cintas eram abertos nas extremidades; o quebra-ventos era item de fábrica; a tampa do radiador era ornamentada (codorna voadora) a partir de junho de 1929.

[1] O Fordismo e Modelo T: https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/historia-geral/o-fordismo-modelo-t.tm

[2] Ford Modelo A – Wikipédia : https://pt.wikipedia.org/wiki/Ford_Model_A_(1927)

[3] Associação dos Proprietários de Carros Antigos- APCAR  – http://www.apcar.com.br

[4] Curiosidades: https://www.clubedofordinho.com.br/si/site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui