Goianiense é nomeado como Ministério de Relações Exteriores

O presidente Bolsonaro nomeou um goianiense para assumir o Ministério de Relações Exteriores. Após a demissão do chanceler Ernesto Araújo, nesta segunda-feira (29), assume o cargo o embaixador Carlos Alberto Franco França. Este ministério é apenas uma das pastas que serão mudadas pelo presidente.

Natural de Goiânia, Carlos Alberto tem 56 anos, é graduado em Direito e Relações Internacionais pela Universidade de Brasília e entrou no serviço diplomático em 1991. Da mesma forma que Ernesto, nunca chefiou um posto no exterior. Mas atuou como ministro-conselheiro na Embaixada do Brasil na Bolívia e também serviu em representações diplomáticas em Washington (EUA) e Assunção (Paraguai). França é autor de livros sobre a exploração do potencial hidrelétrico do Rio Madeira e as relações entre Brasil e Bolívia. Foi chefe da Divisão de Ciência e Tecnologia no Itamaraty, em Brasília.

França é tido como uma pessoa “discreta” e “executiva”, além de também ter tido relações com vários presidentes. Até poucos meses atrás ocupava o cargo de chefe do cerimonial da Presidência. No Planalto, como cerimonial, já trabalhou nos governos Fernando Henrique Cardoso, Dilma Rousseff e Michel Temer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui