Zoroastro Artiaga de Lima

Zoroastro Artiaga

Por Maria Helena

Zoroastro foi geógrafo, diretor do museu, historiador, jornalista, professor, pesquisador da historiografia goiana com obras importantes como “Índios do Brasil Central [1947]”, “Riqueza Vegetal do Planalto Goiano e Vale do Tocantins ”, dentro outros. Empresta seu nome ao Museu de Goiânia: “ Museu Zoroastro Artiaga”, instalado na Praça Cívica.

Zoroastro faleceu em Goiânia em 1972. Morava na esquina da Rua 2 com Av. Tocantins, no Centro, onde estava desde a transferência da capital, sepultado com honrarias pelos serviços prestados à nação. Filho de Jovita Raimundo de Lima Furtado, batizada em 28-10-1866, e de Virgílio Pereira Artiaga, casaram em Jaraguá e se mudaram para Itaberaí- Go. Zoroastro era neto materno de Hermenegildo Bartolomeu Raimundo de Lima, nascido em Jaraguá e batizado em 02-09-1827 na Igreja Nossa Senhora da Penha, e Honorata Inocêncio Furtado, natural de Traíras.

Hermenegildo foi deputado Provincial durante 1880-1884, ele era filho do Alferes Gabriel Raimundo de Lima, batizado em 22-03-1798, e Matildes Caetana do Nascimento, falecida em 1857 com 67 anos. Matildes era filha de Francisco Manoel Borges de Almeida e Francisca Terra de Oliveira, neta de Antônio Terra e Ana Gonçalves de Oliveira, e bisneta de Nicássio Terra filho de Antônio Terra e Tereza de Jesus e Bonifácia Maria de Almeida, filha de Bonifácio de Souza e Ana Maria Almeida, que vieram para Jaraguá ainda com os bandeirantes.

Gabriel preocupou com a cultura dos filhos que em geral eram professores na época.


Leia também: Sandino um homem que marcou a sua época!


Hermenegildo era neto paterno de Joaquim Pedro de Lima, falecido em Jaraguá com 85 anos em 1841, e Francisca de Paula Xavier. Bisneto paterno de Antônio Pedro de Lima e Joana Maria da Conceição, bisneto materno de Francisco Xavier de Siqueira, que era filho de Francisco de Siqueira Cunha e Maria Aguiar Cunha, ele natural do Arcebispado de Braga em Portugal e ela natural de Jaraguá, e Maria Almeida natural de Jaraguá.

Hermenegildo era trineto paterno de José Gordiano de Lima, natural da Ilha da Madeira- Portugal, e Maria Luiza de Godoi, natural de São Paulo, que para Jaraguá vieram.

Nas suas idas e vindas à Capital, quando deputado (na época a capital era a Cidade de Goiás), seu irmão Joaquim Raimundo de Lima e sua filha Jovita se apaixonam por Carolina e Vergílio Artiaga, ambos de família tradicionais de Itaberaí, os Artiaga.

De Joaquim e Carolina nasceu Getulino Artiaga de Lima que foi pai de Índio do Brasil Artiaga  (Índio do Brasil Artiaga  foi   prefeito de Goiânia em 1979-1982) e é filho  do Coronel Getulino Artiaga de Lima e Berenice Teixeira Artiaga, 1ª mulher deputada estadual de Goiás,  e que a comenda (medalha) do dia Internacional da mulher leva seu nome.

A história do Coronel Getulino foi curta, mas intensa, faleceu aos 37 anos por um projétil direcionado a Pedro Ludovico Teixeira. Juntos, no palanque de um comício. Hoje seu busto está na Assembleia Legislativa de Goiânia.

Essa família deixou milhares de descendentes em Jaraguá e em todo Goiás.

Museu Goiano Professor Zoroastro Artiaga (MUZA) em Goiânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui