Governo de Goiás solicita crédito extraordinário de R$ 60 milhões a Alego e sinaliza compra da vacina da AstraZeneca

Com a determinação do STF, de estados e municípios possuem autonomia para a compra de vacinas, o governo do estado enviou nesta quarta (24) o projeto de lei que permite a abertura de crédito extraordinário no valor de R$ 60 milhões para compra de doses da vacina contra o novo coronavírus.

A decisão do STF permite com que estados da federação adquiram livremente doses das vacinas que receberam certificado pelo Anvisa.

A solicitação de crédito será somada a outros R$ 60 milhões que já foram destinados para compra de vacinas, oriundos de remanejamento interno da Secretaria Estadual de Saúde. Após aprovação, o governo estadual terá R$ 120 milhões para comprar vacinas.

Bruno Peixoto, líder do governo na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), acredita que o crédito extraordinário será liberado ainda nesta quinta (25).

Com essa autonomia de compra, o governador Ronaldo Caiado sinalizou o interesse em negociar a compra se doses da vacina de AstraZeneca/Oxford.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui