O Protagonista da comunicação

“O ser humano como protagonista da comunicação, sendo um ser racional, é capacitado a definir, conceituar, fazer perguntas e obter respostas. Tudo isso codificado em símbolos, fonéticas, expressões, gestos, sendo a comunicação veiculada de diversas formas possíveis.”

Por Alor Bruno

Destacaremos o ser humano como protagonista da comunicação, pelo fato de que o homem como substância individual de natureza racional, tem a capacidade de formular, reter e transmitir informações, servindo-se da linguagem como transmissor destes. A comunicação é um elemento fundamental de desenvolvimento, pois a linguagem em sua série de codificações sempre nos diz algo. Ouso até afirmar que não há vida humana sem comunicabilidade, pois se, adquirimos conceitos certamente há uma forma de transmiti-los, e assim nos vai dizer Wittgenstein, que foi pioneiro no desenvolvimento da filosofia de linguagem: “meio no qual se expressa pensamento e conhecimentos, ou seja, a linguagem. ” [1]

 O homem sendo este protagonista e estando em constante desenvolvimento proporcionado graças ao acumulo de dados e informações adquiridos ao longo de sua existência, desenvolveu e continua a desenvolver sempre novas técnicas de se comunicar, e isso se dá pela necessidade de comunicar-se. Grandes avanços que temos nos dias de hoje são graças à comunicação, desde os grandes pensadores gregos até os da atualidade. Esses avanços vividos na contemporaneidade devem-se ao fato de que o ser humano sempre comunicou suas experiências, registrando em escritos e outras formas. Neste desenvolvimento humano as formulações de perguntas e consequentemente as respostas alcançadas são de estrema importância para a evolução da raça humana, por que não são as respostas que movem o mundo, mas sim as perguntas, que questionam a realidade, e é por meio delas que se obtém os resultados. É muito evidente que a linguagem com suas variadas formas de expressão nos proporcionam tais processos e é um grande meio de conservação do conhecimento adquirido e de propagação destes, pois “a língua permite conservar experiências do passado e transmiti-las para o futuro. ” [2]


Leia também: A pessoa humana e sua definição


Os conhecimentos por sua vez, concedem ao homem uma vida melhor, pelo fato de ter vivenciado muitas experiências e de adquirir o conhecimento daquilo que é bom e que é mal, garante à humanidade no uso da linguagem, um meio de sobrevivência de todos. Pelo fato de ser expressão de conhecimento, forma indivíduos e lhes abrem a visão para novos horizontes. Sendo assim, o homem um ser racional, sente emoções, tem sentimentos e se serve da linguagem como meio de se relacionar e demonstrar estes afetos. A linguagem ainda é o meio no qual nos sociabilizamos com os demais, é um caminho de inserção na sociedade pelo mesmo fato. “A fala é mais ampla que a ciência (pois inclui o âmbito do trabalho, e também o da convivência cotidiana, o riso, o choro, as canções e os murmúrios etc., …). A fala alcança todos os âmbitos convertendo-os na atividade racional mais especificamente humana. ” [3]

 Ser o protagonista da comunicação é realmente de uma importância muito grande, ao passo que o ser humano possui este poder, e como tal deve-se empenhar no crescimento deste benefício, a arte de se comunicar. Precisamos da comunicação para viver e viver em harmonia com os demais seres deste universo. É através da comunicação desenvolvida pelo protagonismo humano que proporcionará à humanidade sua subsistência e seu aprimoramento na arte do viver.

[1] U. Ziles, Teoria do Conhecimento e Teoria da Ciência, Ed. Paulus, São Paulo 2005, 95.

[2] IBID. 41.

[3] R. Y. Stork e J. A. Echevárria, Fundamentos de antropologia, Ed. Instituto Brasileiro de Filosofia e Ciência “Raimundo Lúlio” São Paulo 2005, 90.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui