“O mês de março será o pior mês que nós vamos enfrentar da covid-19” diz governador Ronaldo Caiado

Aproximando um ano do início da pandemia da covid-19 e do isolamento social, o governador Ronaldo Caiado, nesta segunda feira-feira (22), disse que o Estado irá passar pelo pior momento da pandemia. “O mês de março será o pior mês que nós vamos enfrentar da covid-19” afirmou. O discurso foi feito durante a inauguração da Faculdade da Polícia Militar em Goiânia.

Em uma live acontecida no dia da reunião com os prefeitos, Caiado fez um pedido emocionado a todos os goianos, e também pediu para que os prefeitos e autoridades ajudem nas medidas contra a covid-19.

“Eu falo todos os dias. Eu já implorei, já pedi pelo amor de Deus, tenhamos um mínimo de respeito à vida, tenhamos um mínimo de respeito às pessoas idosas” alertou o governador.

A situação que mais preocupa o governador de Goiás é a nova variante da covid-19, Sars-Cov-2.

Esta nova variante ela é muito mais transmissível. Ela tem uma capacidade muito maior de contaminação. Nós temos agora variantes, como a variante da África do Sul e a britânica. Todas elas já chegaram ao Brasil, de forma comunitária como colocou o secretário. É grave o momento! Eu peço a compreensão de todos” afirmou.

Com essa nova variante a situação tende apenas a piorar, e seus efeitos podem ser desastrosos, por isso agora mais ainda se faz necessário o uso da máscara e o isolamento social, evitando ao máximo as aglomerações.

“A demanda agora está muito maior do que na primeira onda. O mês de março será, dentro de todas as projeções, o pior do ano de 2021″, reforçou.

Em relação à primeira onda, no ano passado, o Estado agora está mais preparado, tendo mais ofertas de enfermarias e leitos de UTI, no entanto a preocupação é enorme, pois a grande demanda pode causar um colapso no sistema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui