Governo de Goiás publica novas estratégias para enfrentamento da covid-19 nos municípios goianos

Nesta terça-feira (16) a Secretária Estadual de Saúde publicou uma nota técnica de recomendações de medidas na contenção da disseminação da covid-19, de acordo com a situação pandêmica em cada região territorial do Estado. A nota publicada antecipa que haverá um mapa dividindo as 18 regiões do Estado nas escalas alerta (amarelo), crítico (laranja) e calamidade (vermelho).

O governado recomenda que nas regiões em situação de alerta se mantenha o comércio aberto, desde que se cumpra incisivamente os protocolos estabelecidos de segurança sanitária.

Já nas regiões que se encontrem em estado crítico, sugere-se que se emitam decretos municipais em que restrinjam à 50% a presença de pessoas em estabelecimentos comerciais de modo geral; 30% em bares e restaurantes e o percentual que o COE definir para as escolas (atualmente sendo permitido 30%).

As regiões em estado de calamidade à sugestão é para que se permita a apenas à abertura de unidades de saúde de urgência e emergência, supermercado e semelhantes, farmácias e postos de combustíveis (estabelecimentos essenciais).

O secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, reforça que a nota técnica é mera referência para gestores municipais, que têm o poder de tomar qualquer decisão a respeito de medidas restritivas.

Na reunião com os prefeitos nesta quarta-feira (17) o secretário reforçou que é preciso tomar todas as medidas para o patamar do mapa, não excluindo as condições existentes na região. Outra situação apresentada é que todos os municípios estão em estado de alerta, logo as medidas de restrição deverão ser aplicadas em todo o Estado.

Essa nova nota técnica substitui as medidas lineares da primeira onda da covid-19, tendo elaborações técnicas e atuais segundo a situação existentes.

O primeiro mapa foi previamente divulgado na reunião com os prefeitos nesta quarta-feira. Agora, este mapa será aperfeiçoado e adequado segundo a situação pandêmica enfrentada.

A secretaria de Saúde do Estado afirma que toda sexta-feira será feita à atualização dos municípios segundo os resultados obtidos durante a semana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui