“Quero sair abraçando todo mundo”, é que afirma a primeira pessoa vacinada no Estado

A primeira pessoa a receber a dose da vacina contra o coronavírus em Goiás foi Maria da Conceição da Silva, de 73 anos. Ela é hipertensa, tem seis filhos, mora no abrigo Prof. Nicephoro Pereira da Silva, em Anápolis, e ressaltou que estava ansiosa e que ficará feliz quando todos tiverem imunizados.

“Eu estava ansiosa. É para dar força para todos, o meu sentimento é esse. Quando todo mundo estiver imunizado, aí é alegria pra mim. Enquanto não for eu não tenho muita alegria”, disse Maria.

Maria desempenhou várias atividades ao longo de sua vida. Varreu ruas, trabalhou na prefeitura de Goiânia, foi cozinheira, lavava roupa e fazia faxina. “Fazia isso para cuidar dos meus filhos”, disse ela. “Eu tinha marido, mas ele não prestava, só prestava pra beber”.https://328ddb6389371a0644ec88d1d3508c18.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Em entrevista à TV Brasil Central, Maria ressaltou que ficou muito feliz, que se sente bem e que ficou confusa com as informações desencontradas sobre a pandemia. Ela afirmou também que pensou muito na família e que teve medo de contrair a doença.

“Um falava uma coisa, outro falava outra e a gente não sabia em que acreditava. Eu só fui acreditar ontem à noite. Eu não comentei com ninguém [que receberia a primeira dose], só ficou comigo”, disse Maria.

“Eu pensei nessa pandemia passando para mim e eu não ver mais a minha família. Eu pensei deles o que eles não pensam de mim, por que eu fui uma guerreira para cuidar de seis filhos, trabalhando dia e noite”https://328ddb6389371a0644ec88d1d3508c18.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Quando perguntada o que quer fazer quando tomar a segunda dose, o que deve acontecer entre 14 e 28 dias, ela afirmou que quer abraçar e passear. “Na hora que eu tomar a segunda dose, quero sair abraçando todo mundo. Quero passear e abraçar a minha amiga que assinou para mim entrar no abrigo [sic], se Deus quiser”, concluiu.

Redação: Mais Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui